A CERN – Campânia Energia Renovável S/A, ainda em fase pré-operacional, é empresa de capital inteiramente nacional, localizada no município de Paranaíba, estado do Mato Grosso do Sul, rodovia BR 158, Km 62 + 7 KM, no distrito municipal do Raimundo.

A empresa encontra-se registrada no cadastro Nacional da Pessoas Jurídicas (CNPJ) sob o número 14.175.828/0001-95, e inscrita no registro estadual (IE) sob o número 283.299.302.

A empresa tem como objeto social a produção de (1) Etanol (hidratado, Anidro e neutro), (2) açucares em suas diversas configurações, (3) leveduras, e, (4) briquetes e rações animais derivados das sobras de bagaço de cana de açúcar.

Todas as licenças e diplomas legais exigidos pelos órgãos reguladores da atividade especifica da CERN encontram-se regularizados, e, em plena vigência.
Instalada em localização privilegiada, a empresa encontra-se em área adequada ao plantio de cana de açúcar, dispondo de solos férteis, farta disponibilidade de água, climatologia e índices pluviométricos bastante satisfatórios.

Toda área necessária para abastecer a unidade com matéria prima encontra-se a distância de em até dez (10) quilômetros.

O empreendimento não possui concorrentes. A unidade sucro-alcooleira mais próxima encontra-se a 100 km.

Na primeira fase de operação do projeto, a unidade deverá estar pronta para moer 1.100.000 toneladas de cana de açúcar, produzindo exclusivamente etanol e leveduras.
Neste período estima-se a produção de 100.000 metros cúbicos de etanol. O projeto prevê ainda capacidade de estocagem estática de 50.000 metros cúbicos do produto, numa clara iniciativa de aproveitamento das oportunidades de preço oferecidas pelo período de entre safra.

Na segunda fase está prevista a moagem adicional de 900.000 toneladas de cana (consolidando a capacidade de 2.000.000 de toneladas), quando iniciaremos a produção de açúcar.

Os investimentos nesta segunda fase serão substancialmente menores, onde, serão mantidos os níveis iniciais de produção de etanol (100.000 metros cúbicos), acrescidos de 100.000 toneladas de açucares.

Cumpre ainda destacarmos que a concepção da empresa levou em consideração as melhores e mais modernas práticas ambientais vigentes no setor. Como exemplo, podemos citar: (1) a baixa demanda hídrica, pois possui um circuito fechado para consumo de água, e, (2) o integral aproveitamento, ou tratamento, de todas os dejetos resultantes da operação.

As vantagens sociais do empreendimento são bastante óbvias, dispensando maiores comentários.